Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/03/16 às 21h53 - Atualizado em 29/10/18 às 12h03

Codeplan apresenta estudo sobre orgânicos no DF

O principal objetivo do estudo Motivações ao Consumo de Alimentos Orgânicos – Possibilidades do DF, apresentado hoje, 29, na Codeplan, foi entender as características e motivações dos consumidores de produtos orgânicos no Distrito Federal.

Entre as razões para consumir os alimentos orgânicos, a pesquisa destacou as três principais: nutrientes livres de agrotóxicos que beneficiam a saúde; preservação da natureza e inclusão social; e influência de fatores culturais e sociais, pessoais e psicológicos.

Foi constatado também que o morador do Distrito Federal tem 86% mais chance de consumir produtos orgânicos, frente aos demais estados do País. Um dos motivos que justificam esse fato seria a facilidade na distribuição e comercialização da Capital. Thiago Mendes Rosa, um dos autores do estudo, disse que, além desses motivos, o DF, por ser uma Unidade com renda mais elevada, está em um local onde abriga organismos internacionais. Somados a isso, a população possui um nível de escolaridade maior do que o restante do País, o que contribui para influenciar também o maior consumo desses produtos na Capital.

Segundo o estudo, no Distrito Federal, em 2013, o valor do rendimento médio mensal das famílias que recebem até um salário mínimo cresceu 27% em relação a 2008, causando uma elevação esperada de 3,2% no consumo de alimentos orgânicos.

Nesse estudo, verificou-se que as classes D e C são as que mais consomem alimentos orgânicos no Brasil. Em seguida, vêm as classes E, B e A. “Muitos acham que o consumo desses produtos é algo elitizado, mas as famílias de baixa renda também utilizam os orgânicos. Esse mercado não é ‘descartável’, já que hoje em dia as pessoas priorizam a qualidade dos produtos que irão consumir”, afirmou o presidente da Companhia, Lucio Rennó.

O diretor de estudos e pesquisas socioeconômicas da Codeplan, Bruno de Oliveira Cruz, explicou que essa pesquisa é uma sequência de um outro trabalho, chamado “Estudos de Mercado: Mecanismos de Controle”, feito em julho de 2015. “Esse primeiro trabalho foi para o lado da oferta, olhou o lado produto-efeito. O de agora, olha para a demanda, o que motiva as pessoas a comprarem ”, afirmou ele.

Por fim, Rennó agradeceu o trabalho feito pela Diretoria de Políticas Sociais da Codeplan (Dipos) e disse acreditar que os dados do estudo vão trazer novos conhecimentos sobre os padrões de consumo da população da Capital, e que isso é importante para se entender a economia.

Veja o estudo aqui

Texto: Eliane Menezes, com Ana Carolina Alves
Foto: Toninho Leite

CODEPLAN - Governo do Distrito Federal

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br