Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/06/17 às 18h49 - Atualizado em 29/10/18 às 12h03

Codeplan debate Conjuntura econômica do DF e do país

A Codeplan realizou, na tarde do dia 29, debate com técnicos do BRB e da Companhia, sobre os cenários atuais na política e na economia brasileira e do Distrito Federal.

O debate ocorreu pelo projeto Quintas Codeplan, inaugurado em 2015 e que já trouxe à Companhia diversos especialistas para abordar temas de interesse para a Codeplan e o Distrito Federal.

O diretor Financeiro e de Investimentos do BRB, Nilban de Melo, destacou a importância de abrir este novo projeto do banco nesta atividade da Codeplan, disponibilizando sua equipe de economistas para apresentar as análises e estudos que vêm sendo desenvolvidos internamente na instituição, de forma a colaborar com a melhor compreensão do atual momento político-econômico do país. Segundo ele, a ideia do BRB é poder levar a outras instituições debates semelhantes ao de hoje.

Os economistas Alessandra Pacheco e Iege Wesgueber e o gerente de Relações com Investidores do BRB Hugo de Moraes abordaram a atual situação do país, passando pela importância do cenário internacional e sua influência no mercado interno; as tendências e problemas do Brasil contemporâneo como as reformas trabalhista e da Previdência, inflação, taxas de juros e, também, a influência da política na economia, principalmente em função dos acontecimentos mais recentes, envolvendo especialmente a delação dos empresários da JBS, e como o mercado tem se comportado a tudo isso.

Para eles, a decepção com o progresso das reformas só não tem impactado de forma mais severa os mercados de risco e câmbio porque prevalece a visão dos agentes financeiros de que será preservado a equipe econômica e que deverão ser retomadas a agenda de reformas depois das eleições de 2018.

Quanto ao desemprego, hoje na casa dos 13 milhões de acordo com dados do IBGE, estimam que apenas na segunda metade de 2018 poderá ter uma melhora. “O mercado de trabalho é o último a melhorar”, destacou Iege Wesgueber.

Já o Distrito Federal, segundo Clarissa Jahns, gerente de Contas e Estudos Setoriais da Codeplan, outra debatedora desta tarde no Quintas Codeplan, trouxe os números específicos para o DF sobre o Comércio, Serviços, Inflação, Emprego e Desemprego. Ela destacou que a economia, tanto do país como do DF estão no negativo há mais de dois anos, com uma retração um pouco maior da economia local no 1º trimestre de 2017, de acordo com os últimos números divulgados pelo Índice de Desempenho Econômico – Idecon.

Comércio e Serviços, de acordo com as pesquisas do IBGE para abril, também apresentaram forte retrações, segundo ela, que trouxe ao debate os números das Pesquisas Mensais de Comércio e Serviços.

Em relação à questão do desemprego, Aldo Paviani, diretor de Estudos Urbanos e Ambientais da Codeplan, destacou o fato de o desemprego ser maior entre as camadas mais desfavorecidas da sociedade, normalmente residentes na periferia, apontando este como um desafio a ser vencido, pois com o desemprego diminui-se o consumo e torna-se um círculo vicioso, o que se aplica tanto entre os mais pobres como nos outros segmentos sociais.

Texto: Nilva Rios
Foto: Toninho Leite

CODEPLAN - Governo do Distrito Federal

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br