Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/04/13 às 23h54 - Atualizado em 29/10/18 às 12h02

Codeplan divulga Idecon-DF do quarto trimestre e da média anual de 2012

A Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) divulgou, na manhã de hoje (4.4), na Federação das Indústrias do Distrito Federal, o Índice de Desempenho Econômico do Distrito Federal, referente ao quarto trimestre e à média anual de 2012.

O Idecon, que vem sendo divulgado desde setembro de 2012, pela coordenação do Núcleo de Contas Regionais da Codeplan, é baseado na metodologia da composição do PIB do IBGE e também na ponderação definida nas Contas Regionais da Codeplan referente ao ano de 2009.

“O Idecon, metodologia desenvolvida pela Codeplan, é um prenúncio do que foi a economia no Distrito Federal. O Idecon apontou um crescimento de 3%, em 2012, na comparação com 2011. A administração pública cresceu 2,9%, puxando o desempenho da economia local, o que se pode dizer que é um inibidor da recessão”, disse Júlio Miragaya, presidente da Codeplan.

Para Philippe Tshimanga Kabutakapua, um dos responsáveis pelo estudo, disse que o índice permite monitorar a dinâmica da atividade econômica do DF e subsidiar o planejamento governamental, empresarial e a sociedade em geral, com informações estratégicas.

O Idecon apresentou um crescimento para o DF de 3,3% no quarto trimestre de 2012, depois de ter registrado crescimento de 3,8%, 2,1% e 3,0% no primeiro, segundo e terceiro trimestres de 2012 na comparação com o mesmo período de 2011. Vale ressaltar que, neste mesmo período, o Brasil registrou crescimento de 1,4%, depois de ter registrado variações de 0,8%, 05% e 0,9% no primeiro, segundo e terceiro trimestres respectivamente.

A economia do DF cresceu 3%, em 2012, em relação ao ano anterior, colocando o desempenho do DF acima do crescimento anual do Brasil, que foi de 0,9%.

A Agropecuária teve queda de -23,5% no quarto trimestre de 2012 em relação ao mesmo período de 2011. De janeiro a dezembro, o setor também decresceu em -10,7%, abaixo do registrado em nível nacional de -2,3%.

Já na atividade indústria, houve desempenho positivo no quarto trimestre de 2012 na comparação com igual período do ano de 2011, crescendo 6,6. A Indústria de Transformação cresceu 4,1% e a construção civil, 7,0%.

No ano, a indústria cresceu 5,1% na comparação com 2011. A indústria de transformação cresceu 5,7% e a construção civil, 4,5%.

No quarto trimestre de 2012, o Setor Serviços cresceu 3,3% na mesma base de comparação em relação ao ano anterior. O maior destaque ficou para a administração pública, que registrou crescimento de 4,1%. Destaque também para serviços de informação que cresceram 15,7%.

No ano, o Setor serviços cresceu 3,0%, sendo puxado pela administração pública, que cresceu 2,9%. Os serviços de informação acumularam alta de 15,2% no ano de 2012.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Gutemberg Uchôa, os indicadores servem para medir a economia. “Todos os países desenvolvidos trabalham com indicadores. “O indicador é o mapa que mostra como devemos crescer. São variáveis que podem ser trabalhadas, porque revelam o comportamento dos diversos setores. É a maturidade de uma economia”, alinhavou o Uchôa.

José Eustáquio Carvalho, da Fecomércio, ao falar sobre a pesquisa, disse que a Codeplan vem retomando o estudo dos indicadores que sinaliza o crescimento da economia no DF, e isso é importante, é um ganho, um peso no País.

Para Diones Cerqueira, representante da FIBRA, felizmente, a administração pública teve um desempenho positivo, e o desafio é fazer com que a discussão venha até a sociedade para entender a sua importância.

Concluindo o debate, Miragaya disse que tanto o setor Serviços quanto a Administração Pública apresentam poucas oscilações, diferentemente de outros setores.

Texto: Eliane Menezes

CODEPLAN - Governo do Distrito Federal

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br