Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/07/20 às 15h58 - Atualizado em 23/07/20 às 14h53

DF registra inflação de 0,46% em junho

.Esta é a primeira variação acima de zero desde fevereiro

 

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo do Distrito Federal (IPCA) apresentou inflação de 0,46% em junho, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). O índice é o quinto maior do país, atrás de Curitiba (0,80%), Salvador (0,68%), Grande Vitória (0,56%) e Recife (0,51%). O Brasil apontou inflação de 0,30%.

 

No acumulado do ano, o IPCA local apresenta o quinto menor resultado entre as regiões pesquisadas, atrás de Goiânia, Curitiba, São Luís e Porto Alegre.

 

O índice, divulgado mensalmente, mostra a variação dos preços de produtos e serviços e é o indicador oficial da inflação no país. O resultado do Distrito Federal reflete a alta nos preços de itens de alimentação, da gasolina e da taxa de água e esgoto. A queda nos preços da passagem aérea segurou uma inflação maior.

 

O INPC, que mede a inflação das famílias de renda mais baixa, registrou inflação de 0,63%. O valor está acima também do resultado nacional (0,30%) e, no acumulado no ano, o INPC do Distrito Federal apresenta o quarto menor índice entre as regiões pesquisadas.
A diretora Clarissa Jahns Schlabitz, da Diretoria de Estudos e Pesquisas Socioeconômicas da Codeplan, analisa o resultado do IPCA e do INPC do DF.

 

“Além da alta da gasolina e da queda dos preços de passagens aéreas, o resultado do IPCA no mês de junho mostra uma leve pressão do grupo de Alimentação e Bebidas, principalmente dos produtos de alimentação em domicílio, o que pode ser um reflexo do comportamento das pessoas diante da pandemia, avalia.

 

A diretora acrescenta que, em junho, novos itens passam a ter maior protagonismo no impacto do índice. “Observa-se um pequeno impacto da mudança de metodologia de cobrança da tarifa de água e esgoto, sendo que seu peso é ainda maior na cesta do INPC”, conclui.

 

O INPC mensura a inflação para uma faixa salarial mais baixa da população brasileira (até 5 salários mínimos) que a do IPCA (até 40 salários mínimos). Em junho, o INPC de Brasília fechou o mês acima da variação constatada pelo IPCA, devido ao maior peso da taxa de água e esgoto (variação positiva) e menor peso das passagens aéreas (variação negativa) em sua cesta.

 

Índice Ceasa
O Índice Ceasa do Distrito Federal (ICDF) apresentou alta de 1,18% em junho, em comparação com o mês anterior. A alta do índice foi puxada pela variação positiva dos preços das frutas. Entre elas, os produtos que apresentaram as maiores altas foram melancia, morango e banana prata. Entre os legumes, a alta está concentrada em pepino, maxixe e cebola.

 

O chefe da Seção de Controle de Portaria e Estatística da Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa), João Bosco Soares Filho, avalia que, três, dos quatros grupos que compõem o índice, apresentaram queda nos preços.

 

“A queda da demanda, mais a oferta volumosa fez com que os três dos quatro grupos tivessem queda de preço no atacado”, avalia.

O ICDF visa demonstrar o movimento dos preços praticados pelo mercado atacadista no Distrito Federal, acompanhando a variação de preços de 66 itens de hortifrutigranjeiros. A escolha dos produtos leva em consideração a relevância do produto no prato do consumidor, além da quantidade comercializada.

 

Veja a íntegra da Apresentação_IPCA_junho_2020

Foto: Tony Winston/Agência Brasília

CODEPLAN - Governo do Distrito Federal

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br