Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/05/13 às 15h11 - Atualizado em 29/10/18 às 11h54

Futebol, paixão também em Brasília

Torcidas

A dois dias da inauguração do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, o presidente da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), Júlio Miragaya, divulgou o estudo “Tamanho das Torcidas dos Principais Clubes do Futebol Brasileiro no Distrito Federal”. 

O trabalho apresentado hoje pela manhã no Auditório do canteiro de obras do Mané Garrincha em parceria com a Secretaria de Estado Extraordinária da Copa 2014 aponta que apenas dez clubes concentram nada menos que 97,65% do total dos que se declaram torcedores no DF.

Esses dez clubes compreendem os chamados quatro grandes do Estado do Rio de Janeiro (Flamengo, Vasco, Botafogo e Fluminense), os quatro maiores do Estado de São Paulo (São Paulo, Corinthians, Palmeiras e Santos) e os dois principais de Minas Gerais (Cruzeiro e Atlético).

Deve-se destacar o amplo predomínio da torcida pelos clubes do Rio, que mobilizam nada menos que 74,00% das preferências da torcida brasiliense, com os clubes de São Paulo representando 20,95% do total de torcedores e os clubes mineiros apresentando preferência diminuta nas seis Regiões Administrativas já pesquisadas, com apenas 2,85%.

Realizado a partir de dados coletados pela Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (PDAD-DF/2013) em Samambaia, Recanto das Emas, Gama, Santa Maria, Brazlândia e Planaltina, o estudo aponta o grande potencial de público da arena construída em Brasília, em especial, para jogos entre times cariocas ou paulistas.


“Um jogo entre Flamengo e Santos tem um público potencial estimado de 875 mil pessoas no DF”, exemplificou o presidente da Codeplan, Júlio Miragaya. 

Torcidas1

Para o secretário de Estado Extraordinário da Copa 2014, Cláudio Monteiro, todos os times da primeira divisão tendem a contar com uma forte presença da população.  

“A pesquisa mostra que temos em Brasília fatores importantes para a atração de público, que faltam em outras cidades. Têm acontecido jogos do campeonato carioca com menos de mil expectadores. Futebol é feito também de renda”, destacou.

O presidente da Codeplan acrescentou que os habitantes de outras cidades, como Volta Redonda, onde vêm se realizando diversos jogos do Campeonato Carioca, já estão saturados com a alta frequência com que têm ocorrido esses espetáculos.

“A questão da novidade é fundamental, a vinda de um grande clube a Brasília não acontece a toda hora. Temos público para atingirmos lotação máxima do estádio ou, no mínimo, 40 ou 50 mil pessoas”, estimou Miragaya.

O secretário de Estado Extraordinário da Copa 2014 destacou que a arena terá um papel de instrumento indutor do desenvolvimento econômico do DF.

“Os espetáculos irão movimentar 52 atividades do setor de serviços, gerando oportunidades para os empresários e para os empregados, com a abertura de vagas no mercado de trabalho”, disse Monteiro.

Também presentes à divulgação, os secretários de Estado de Esportes do DF, Julio Cesar Ribeiro, e de Turismo do DF, Luis Otavio Neves, parabenizaram a Codeplan pela realização do estudo.

“Essa pesquisa é uma grande contribuição da Codeplan e mostra que dia 18 de maio será um marco para o desenvolvimento do turismo e da economia do DF, com a inauguração da arena multiuso”, afirmou Neves.

Veja a pesquisa, na íntegra, aqui.

Texto: Mariana Mainenti Gomes 
Fotos: Toninho Leite

CODEPLAN - Governo do Distrito Federal

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br