Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/10/18 às 11h54 - Atualizado em 1/11/18 às 20h55

Inflação medida pelo IPCA registra 1,06% em Brasília

A inflação de Brasília em setembro, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), foi de 1,06%,  a mais alta  comparada às regiões pesquisadas pelo IBGE. A alta se deve à variação nos preços das passagens aéreas, 22,48%, e da gasolina, 7,99%, itens que têm forte peso na inflação de Brasília. Já no acumulado de 12 meses, o IPCA apontou variação de 4,33% e no ano 2,76%.

 

Já o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) registrou elevação de 0,54%, também influenciado pela variação da gasolina, embora esta tenha um peso menor na ponderação do índice, que mede a inflação para pessoas com rendimento mensal entre um a seis salários mínimos.

 

ICDF
O economista João Bosco Soares Filho, da Ceasa, ao falar sobre os preços praticados no mercado atacadista no DF, com base nos 66 itens hortifrutigranjeiros pesquisados, disse que o Índice Ceasa do Distrito Federal (ICDF) registrou, em setembro, queda na média geral dos preços de 1,34% comparado com o mês anterior.

 

Segundo o economista, entre os produtos comercializados, o setor de Frutas apresentou queda de 3,59%, com destaque de queda para o abacaxi em função do aumento da produção em Minas Gerais, Goiás e Tocantins, contudo o limão Tahiti teve alta de 83,21%, tendo em vista redução da colheita em São Paulo, banana nanica, 18,31% por causa da entressafra e o maracujá, 14,71%, consequência da queda da produção local. Seguindo a linha de alta nos preços, o setor de Legumes registrou alta de 7,05%, o de Verduras também avançou 4,75%. Já o de Ovos e Grãos registrou depreciação de 7,54%.

 

Reportagem: Eliane Menezes
Foto: Toninho Leite

CODEPLAN - Governo do Distrito Federal

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br