Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/06/14 às 17h18 - Atualizado em 29/10/18 às 11h53

Jardim Botânico tem os melhores indicadores econômicos

O 25º volume da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (PDAD) – Jardim Botânico – mostrou um dos melhores indicadores econômicos pesquisados entre as regiões administrativas do Distrito Federal (RAs). A população está estimada em 25.918 habitantes, a renda domiciliar média mensal chega a 19,42 salários mínimos e 42,70% dos domicílios têm renda superior a 20 salários mínimos.

Segundo o presidente da Codeplan, Júlio Miragaya, “O Jardim Botânico aparece com a renda mais elevada e acima da média das outras cidades. Apesar de ter sido uma das mais recentes RAs, o seu maior problema é a regularização fundiária. O desafio do governo é corrigir as assimetrias entre as áreas ditas nobres do DF. Nessa RA, apenas 1,42% não possui carteira assinada. Na Estrutural este percentual chega a 19,07% e no Varjão a 23,03%.

Jusçanio Souza, gerente da Base de Dados da Diretoria de Estudos e Pesquisas Socioeconômicas, apresentou dados comparativos de todas as regiões administrativas já pesquisadas que mostram que, em termos de nível de renda, o Jardim Botânico está à frente de Lago Norte, Águas Claras e Cruzeiro.     

A coordenadora da pesquisa, Iraci Peixoto, fez uma apresentação geral dos dados da PDAD destacando que quase 50% da população do Jardim Botânico têm curso superior, cerca de 94% dos domicílios possuem automóveis e 45% usam bicicleta como meio de transporte. No entanto, a pesquisa mostra forte dependência de outras RAs. Dos 7.319 alunos, 60,20% estudam no Plano Piloto, 15,93% no Lago Sul, 14,67% em São Sebastião e apenas 5,66% na própria região. Apenas 14,20% trabalham no local e 67,59% exercem a profissão no Plano Piloto. Do total da população que utiliza hospital público, 60,38% dirigem-se ao Plano Piloto, 26,25% utilizam esses serviços no Paranoá e 10,53% em São Sebastião.

O Jardim Botânico foi representado pelo assessor de Planejamento e Território, David Milhomen e a assessora de Comunicação, Flávia Martins. Milhomen apontou que, em função da dependência que a população tem do Plano Piloto, um dos maiores problemas é o transporte público e a mobilidade urbana. Adiantou que entre as prioridades aparecem a construção de um viaduto no balão da QI 23 do Lago Sul, a duplicação da rodovia 001 e o aumento de estacionamento no comércio local, já que a maioria das compras dos habitantes são feitas na própria RA. 

Uma das novidades da divulgação PDAD foi uma apresentação de estudo da Diretoria de Urbanos e Ambientais (DEURA), feita pela diretora Glória Rincon, que mostrou com mapas e dados uma radiografia sobre a Estruturação Urbanística da Região Administrativa do Jardim Botânico, RA-XXVII

Confira a pesquisa aqui.

Reportagem: Valda Queiroz
Foto: Toninho

 

 

CODEPLAN - Governo do Distrito Federal

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br