Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/04/19 às 10h10 - Atualizado em 24/06/19 às 17h45

PDAD: veja os dados de Sobradinho, Sobradinho II, Fercal e Planaltina

A apresentação de hoje é a segunda da série de divulgações da PDAD por Unidades de Planejamento Territorial (UPTs). As 4 RAs fazem parte da UPT Norte.

 

Presidente da Codeplan, Jean Lima, abre apresentação (Foto: Divulgação/Codeplan)

A Codeplan divulgou nesta quarta-feira (03) os dados da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (PDAD) 2018 das seguintes regiões administrativas: Fercal, Sobradinho, Sobradinho II e Planaltina.

 

A apresentação de hoje é a segunda do calendário de divulgações da PDAD por Unidades de Planejamento Territorial (UPTs). Ao todo o DF possui sete UPTs: Central, Central-Adjacente 1, Central-Adjacente 2, Oeste, Norte, Leste e Sul, que foram estabelecidas pelo Plano Diretor de Ordenamento Territorial do Distrito Federal (PDOT) para melhor gestão e ordenamento do território.

 

Fercal, Planaltina, Sobradinho e Sobradinho II fazem parte da UPT Norte. Confira as principais características da região:

 

• A RA Fercal é a mais recente do DF, criada em 2012. Anteriormente pertenceu a Sobradinho e Sobradinho II. A ocupação iniciou-se em 1961, com a instalação da mineradora Fercal – Sociedade Fertilizantes Calcáreos LTDA. Consolidou-se em 2001, ao longo da DF 150 e da DF 001–EPCT. É uma das maiores geradoras de impostos do DF, pois abriga duas grandes fábricas de cimento, usinas de asfalto e mineradoras;

 

• Planaltina, o mais antigo núcleo urbano do DF, teve origem com as incursões realizadas pelos bandeirantes paulistas. Fez parte dos primeiros estudos da Comissão Exploradora do Planalto Central liderada por Luiz Cruls (1892). Foi um dos municípios de Goiás que teve seu território dividido, ficando a sua sede no DF e a outra parte permaneceu como Planaltina de Goiás;

 

Representantes das RAs assistem à divulgação dos dados (Foto: Divulgação/Codeplan)

• Sobradinho foi fundada em 13 de maio de 1960, com objetivo de abrigar a população que participava da implantação da capital e de ampliar a produção agrícola do DF, ali desenvolvida desde o século XIX. O primeiro estudo urbanístico foi elaborado pelo arquiteto Paulo Hungria Machado (1958/1959) e a implantação ocorreu às margens da antiga estrada que ligava Planaltina ao centro da Capital Federal;

 

• Sobradinho II surgiu no início da década de 1990, com a denominação de Núcleo Habitacional Sobradinho II, integrante da RA Sobradinho, com o objetivo de transferir famílias que residiam em condições irregulares e precárias. Essa expansão acabou por definir um novo eixo de crescimento ao longo da DF-420 e da DF-150.

 

 

Abaixo seguem os principais dados das 4 RAs:

 

 

Fercal (Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília)

Fercal

 

 

A PDAD 2018 aponta que a população de Fercal era de 7.824 pessoas, sendo 50,7% do sexo masculino. A idade média era de 27,9 anos. No que diz respeito à raça/cor da pele, verificou-se que a resposta mais comum foi parda, para 75,5% dos moradores. Sobre o estado civil, 47,3% da população com 14 anos ou mais de idade se declararam solteiros. Quanto à origem dos moradores, 62% informaram ter nascido no próprio DF. Para os que não nasceram no DF, o estado mais reportado foi Bahia, segundo 22,7% dos entrevistados.

 

VEJA O RELATÓRIO COMPLETO

 

Em relação a trabalho, considerando-se as pessoas com 14 anos ou mais, 47,6% estavam ocupadas (2.742 pessoas). Tendo como referência o período dos últimos 30 dias, a população desocupada compreendeu 5,6% dessa mesma faixa etária (320 pessoas). Para os ocupados, foi questionada a atividade da empresa em que estes exerciam o seu trabalho
principal, sendo o setor de Serviços o mais informado, segundo 56,8% dos entrevistados.

 

Sobre o deslocamento para o trabalho: 50,3% responderam utilizar ônibus; 30,2% informaram utilizar automóvel; 5,4% afirmaram utilizar motocicleta; e 16,6% caminhavam até o
local de trabalho. Sobre a duração deste trajeto, entre 15 e 30 minutos foi o tempo de deslocamento mais reportado (31,5% dos pesquisados).

 

No que diz respeito ao tipo de domicílio, 95,7% dos domicílios eram casas, enquanto a condição de ocupação mais comum era “próprio, já pago”, para 82,7%.

 

 

Planaltina (Foto: Tony Winstom/Agência Brasília)

Planaltina

 

Segundo a pesquisa, a população de Planaltina era de 177.986 pessoas, sendo 51,7% do sexo feminino. A idade média era de 30,9 anos. No que diz respeito à raça/cor da pele, verificou-se que a resposta mais comum foi parda, para 64,4% dos moradores. Sobre o estado civil, 53,9% da população com 14 anos ou mais de idade se declararam solteiros.

 

VEJA O RELATÓRIO COMPLETO

 

Sobre a escolaridade, 94,5% dos moradores com cinco anos ou mais de idade declararam saber ler e escrever. Para as pessoas entre 4 e 24 anos, 60,5% reportaram frequentar escola pública. Entre aqueles que frequentavam escola, 86,3% estudavam na RA Planaltina. O principal meio de transporte declarado foi a pé para 43,5% dos pesquisados. O tempo gasto mais reportado foi até 15 minutos para 41,9% dos moradores.

 

Em relação ao deslocamento para o trabalho: 56,6% responderam utilizar ônibus; 33,2% informaram utilizar automóvel; 2,2% afirmaram utilizar motocicleta; 3,6% utilizavam a bicicleta; e 17,9% caminhavam até o trabalho. Sobre a duração deste trajeto, até 15 minutos foi o tempo de deslocamento mais reportado (22,9% dos entrevistados).

 

Já a renda domiciliar estimada foi de R$ 3.271,7, que resulta em um valor médio por pessoa de R$ 1.140,2.

 

 

Sobradinho (Foto: Renato Araújo/Agência Brasília)

Sobradinho

 

A PDAD 2018 aponta que a população de Sobradinho era de 67.537 pessoas, sendo 53,4% do sexo feminino. A idade média era de 35,5 anos. No que diz respeito à raça/cor da pele, verificou-se que a resposta mais comum foi branca, para 44,9% dos moradores. Sobre o estado civil, 43,1% da população com 14 anos ou mais de idade se declararam solteiros.

 

VEJA O RELATÓRIO COMPLETO

 

Em relação a trabalho, levando-se em consideração as pessoas com 14 anos ou mais, 48,3% estavam ocupadas (27.058 pessoas). Para os ocupados, foi questionada a atividade da empresa em que estes exerciam o seu trabalho principal, sendo o setor de Serviços o mais informado, segundo 83,6% dos entrevistados. A Região Administrativa onde a maioria declarou exercer seu trabalho principal foi Plano Piloto.

 

Quando perguntados sobre deslocamento para o trabalho: 32,6% responderam utilizar ônibus; 54,3% informaram utilizar automóvel; 2,5% afirmaram utilizar motocicleta; 2,2% utilizavam a bicicleta; e 14,9% caminhavam até o local de trabalho.

 

Sobradinho tem uma média de 3,2 moradores por domicílio. A condição permanente foi observada em 93,6% deles. No que diz respeito ao tipo, 83,5% dos domicílios eram casas, enquanto a condição de ocupação mais comum era “próprio, já pago”, para 62%. Por fim, 82,5% dos lotes eram regularizados, segundo informação dos moradores.

 

 

Sobradinho II (Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília)

Sobradinho II

 

A pesquisa indica que a população de Sobradinho II era de 76.109 pessoas, sendo 51,9% do sexo feminino. A idade média era de 32,9 anos.  No que diz respeito à raça/cor da pele, verificou-se que a resposta mais comum foi parda, para 46,2% dos moradores. Sobre o estado civil, 44,2% da população com 14 anos ou mais de idade se declararam solteiros. Quanto à origem dos moradores, 54,3% informaram ter nascido no próprio DF. Para os que não nasceram no DF, o estado mais reportado foi Minas Gerais, segundo 16,2% dos
entrevistados.

 

VEJA O RELATÓRIO COMPLETO

 

Sobre a escolaridade, 96,6% dos moradores com cinco anos ou mais de idade declararam saber ler e escrever. Para as pessoas entre 4 e 24 anos, 49,5% reportaram frequentar escola pública. Entre aqueles que frequentavam escola, 51,9% estudavam na RA Sobradinho. O principal meio de transporte declarado foi automóvel para 37,9% dos pesquisados. O tempo gasto mais reportado foi entre 15 e 30 minutos para 45,4% dos moradores.

 

Em relação a trabalho, considerando as pessoas com 14 anos ou mais, 53,4% estavam ocupadas (32.261 pessoas). Tendo como referência o período dos últimos 30 dias, a população desocupada compreendeu 4,9% dessa mesma faixa etária (2.928 pessoas). Assim sendo, a taxa de participação para Sobradinho II era de 58,3% para esse período de referência (35.189 pessoas).

 

 

 

 

CODEPLAN - Governo de Brasília

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br