Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/07/05 às 21h04 - Atualizado em 29/10/18 às 11h48

Riacho Fundo I recebe Ouvidoria Itinerante do GDF nesta segunda

(15/07/2005 – 18:04)

Ouvidoria011A partir do dia 18, segunda-feira, a unidade móvel de Ouvidoria do Governo do Distrito Federal estará instalada no Riacho Fundo I pela 4ª vez. O Riacho Fundo originou-se da granja do mesmo nome, localizada às margens do ribeirão Riacho Fundo criada logo após a inauguração de Brasília, onde havia uma vila residencial para os funcionários. Os 26.093 habitantes da RA têm até o dia 22 de julho de 2005 para utilizarem esse recurso do GDF que,  nesta  edição, apresenta uma novidade: ao lado do caminhão estarão à disposição, na terça-feira, as ouvidorias do Banco do Brasil, dos Correios e da Previdência Social, objetivando a soma de esforços para proporcionar aos cidadãos comodidade, conforto, qualidade, agilidade e principalmente economia aos mais carentes.  

A solenidade oficial de abertura será no dia 19, às 11h, no estacionamento da Praça Central, com a presença de representantes da CODEPLAN, da Corregedoria-Geral, da Ouvidoria-Geral da CGDF, da Administração Regional, de autoridades locais e  demais órgãos que participarão do evento.  

Equipada para receber sugestões, reclamações, elogios e até denuncias, a Ouvidoria Itinerante esteve em São Sebastião de 5 a 15 deste mês, onde recebeu 710 solicitações. Conforme relatório da CODEPLAN, 105 registros estão relacionados à pavimentação asfáltica, 89 segurança pública, 62 saúde, 50  saneamento básico, 37 a cultura, esporte e lazer,  e apenas 02 a benefícios sociais. Caracterização do Riacho Fundo – Segundo dados da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios – PDAD 2004, para acabar com as favelas na periferia das cidades e núcleos urbanos, o Governo criou o programa de assentamento e, como parte desse programa, loteou a Granja Riacho Fundo em 13 de março de 1990, transferindo para lá os moradores da Invasão do Bairro Telebrasília e outras localidades do Distrito Federal. Por desmembramento da Região do Núcleo Bandeirante, em 16 de dezembro de 1993 o Riacho Fundo tornou-se a RA XVII criada pela Lei n. º 620/93 e o Decreto n. º 15.514/94.  

Em fevereiro de 1994 foi criado o parcelamento do Riacho Fundo II por meio do Decreto nº 15.441, como parte integrante do Riacho Fundo. Em maio de 2003, com a Lei nº 3.153 foi desmembrado e transformado na Região Administrativa XXI, sendo que os limites das duas Regiões ainda não estão definidos, uma vez que se encontram em fase de estudo. A região Riacho Fundo é formada de área rural e urbana. Na área rural, destaca-se o Setor de Pesquisa de Produção de Sementes da Empresa Brasileira de Pesquisa – EMBRAPA, que funciona no prédio do antigo Centro de Laboratórios e Pesquisas de Zootecnia do Ministério da Agricultura. Localiza-se também nesta região a Fundação Cidade da Paz, sede da Universidade Holística Internacional.  

Ainda, segundo a PDAD 2004, a população urbana de Riacho Fundo é de 26.093 habitantes, dos quais 52,4% são mulheres e 47,6% são homens. Dos residentes da RA 27,5% tem até 14 anos de idade, entretanto, 66,4%, que constituem a grande maioria, concentram-se nos grupos entre 15 e 59 anos. A faixa acima de 60 anos de idade concentra 6,1% da população. O número de domicílios encontrados é de 6.560, sendo que o numero médio de moradores por domicílio urbano é de 4,0 pessoas.

A renda domiciliar média da população de Riacho Fundo hoje é da ordem de R$ 1.535,10 (5,9 SM) e a renda per capita é de R$ 385,70 (1,5 SM). Analisando-se a distribuição da renda domiciliar bruta mensal segundo as classes com base em múltiplos de salários mínimos, verifica-se que a mais significativa é o agrupamento de mais de um até cinco salários mínimos, que concentra 47,6% dos domicílios. As famílias que ganham no máximo 1 salário mínimo representam 14,6%. Com renda bruta mensal de 10 SM ou mais estão 15,8% dos domicílios, sendo que em 2,9% deles a renda é de 20 ou mais SM.  

A Ouvidoria Itinerante é resultado do trabalho executado pela Companhia do Desenvolvimento do Planalto Central – CODEPLAN, em parceria com a Corregedoria-Geral do DF e a Administração Regional do Riacho Fundo I. Segundo a CODEPLAN, desde o início de seu funcionamento, em junho de 2002, a Ouvidoria Itinerante já acolheu cerca de 41 mil solicitações nas diversas localidades por onde passou, visando melhorias para a população: policiamento nas ruas, asfalto, saneamento básico e médico para os postos de saúde são destaques entre os pedidos das comunidades visitadas.

Confira, abaixo, as localidades em que a Ouvidoria estará atuando, no Riacho Fundo:   18, 19 e 20 de julho – Estacionamento da Praça Central – AC 3, próximo à Administração Regional. 21 e 22 de julho – QN 1, Praça do Coreto (Bairro Telebrasília).  

Mais informações pelos telefones 156, de segunda a sexta-feira de 7h às 21h, sábado, domingo e feriados de 8h às 18h, ou na Administração Regional do Riacho Fundo: 3399-2400.

CODEPLAN - Governo do Distrito Federal

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br