Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/06/20 às 16h43 - Atualizado em 24/06/20 às 18h45

Taxa de isolamento oscila pouco mesmo diante da abertura do comércio

Os índices atuais são semelhantes aos registrados semanas antes de entrar em vigor o decreto que ampliou a abertura de lojas

 

Decretada pelo governador Ibaneis Rocha em 25 de maio, a reabertura de shoppings e centros comerciais não apresenta relação direta com a variação da taxa de isolamento social da população, segundo revela o Boletim Covid-19 Codeplan. Os índices oscilam entre as casas de 30% e 40%, valores semelhantes aos registrados antes da norma.

 

As lojas, na maioria, voltaram a funcionar em 27 de maio, uma quarta-feira, quando a taxa de isolamento da população apresentou o índice de 40,8%. No dia seguinte, houve uma queda (39,2%), enquanto, na sexta-feira, 29 de maio, o quantitativo de pessoas em casa aumentou para 42,3%.

 

Rastreamento

Por meio do rastreamento da localização de chips de celulares, a medição da taxa de isolamento é feita pela empresa In loco, que tem convênio firmado com o GDF. Até agora, o maior índice de isolamento (48,8%) foi registrado no dia 21 deste mês, um domingo. Entre os dias úteis, a maior taxa foi registrada no dia 1º.

 

O período analisado, de quase um mês após o decreto, mostra que as taxas variaram entre 48,5% e 35%. Os maiores índices se apresentaram aos domingos e no primeiro dia do último feriado, quando normalmente a população costuma ficar em casa. Antes do decreto, os maiores índices foram de 65,6%, em 22 de março; 59,9%, em 29 do mesmo mês, e 57,8%, em 5 de abril.

 

Veja aqui o boletim na íntegra: Boletim_Codeplan_nº 10

 

Agência Brasília, com informações da Codeplan

CODEPLAN - Governo de Brasília

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br