Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/10/15 às 18h57 - Atualizado em 29/10/18 às 12h09

90,2% das residências do Riacho Fundo I têm coleta seletiva

Abastecimento de água chega a 100% das casas. Dados constam de pesquisa sobre a região administrativa divulgada pela Codeplan nesta quinta-feira (15)

Perfil do RiachoFundoI AgenciaBrasiliaCem por cento das residências do Riacho Fundo I contam com abastecimento de água pela rede da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), 99,2% dispõem de energia elétrica fornecida pela Companhia Energética de Brasília (CEB), e 95% têm serviços de limpeza urbana, dos quais 90,2% de coleta seletiva. Ainda em relação à infraestrutura, há iluminação pública em 98,4% das ruas, asfalto em 96,2%, calçadas em 93,40% e meios-fios em 92,20%.

Com população urbana estimada em 40.098 habitantes, a região administrativa tem 12.993 domicílios no meio urbano. Desses, 68% são casas e 31,8%, apartamentos. As mulheres predominam entre os moradores, com 55,61% do total. No quesito idade, 53,73% situam-se na faixa etária de 25 a 59 anos. Os idosos acima de 60 anos representam 13,22%; e as pessoas de até 14 anos somam 18,47%.

Os dados constam da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (Pdad) 2015, divulgada pela Companhia de Planejamento do DF (Codeplan) nesta quinta-feira (15) à tarde. Com base em uma amostra de 500 entrevistas, o levantamento também coletou informações sobre problemas de ordem ambiental nas proximidades das moradias, como ruas esburacadas (8,4%), entulho (7,6%), esgoto a céu aberto (1,8%) e erosão (0,2%).

Trabalho e renda
No tocante à ocupação, entre os residentes acima de 10 anos de idade, 14,68% são estudantes, 53,10% exercem atividades remuneradas, 11,69% são aposentados, e 8,33%, do lar. Quanto ao trabalho com remuneração, o setor que mais se destacou foi o comércio (31,15%), seguido do de serviços gerais (19,26%) e do de administração pública (direta e empresas), com 19,13%. A construção civil registrou 3,55%. Do contingente de trabalhadores, prevalecem os empregados (59,84%). Desses, 54,65% com carteira de trabalho assinada. Em seguida, aparecem os autônomos — 17,76%.

Segundo a Pdad, a renda domiciliar média apurada ficou em R$ 4.838,10, e a per capita, em R$ 1.624,19. A análise da distribuição da renda domiciliar bruta mensal mostra que as classes mais expressivas são a de mais de dois a cinco salários mínimos (37,74%) e a de mais de cinco a dez (22,17%). Entre os domicílios pesquisados, 6,6% têm moradores com até um salário mínimo, e 4,01% com rendimentos acima de 20.

Escolaridade e tecnologia
Quanto ao nível de escolaridade, os que frequentam a rede pública de ensino totalizam 17,56% — 2,33% em período integral —, e 9,39% encontram-se em colégios particulares. Os que completaram o ensino médio equivalem a 28,26% dos habitantes, seguidos por 26,64% que não concluíram o ensino fundamental. Aqueles com nível superior completo, abrangendo especialização, mestrado e doutorado, compõem 16,01%, e os analfabetos ficaram em 1,04%.

A pesquisa da Codeplan mostrou que 64,48% dos moradores do Riacho Fundo I acessam a internet — presente em 80,80% dos lares —, principalmente no computador de casa; 13,87% declararam fazê-lo pelo celular; e 20,67% responderam que não utilizam a rede mundial de computadores. Sessenta e três por cento dos domicílios têm notebook ou netbook; 49,80%, microcomputadores; 21,60%, tablets; 55,2%, TV por assinatura; 81,6%, televisões de tela plana; 36%, televisores tradicionais; 83,6%, fornos de micro-ondas; e 86,6%, máquinas de lavar roupas.

Acesse a íntegra da pesquisa e o resumo.

 

Reportagem: Agência Brasília
Foto/imagem: Agência Brasília

CODEPLAN - Governo do Distrito Federal

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br