Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/04/15 às 21h22 - Atualizado em 29/10/18 às 12h07

Brasília registra menor desemprego em março desde 1992

Comércio foi o segmento que mais apresentou aumento nos postos de trabalho

Kelly Crosara, da Agência Brasília
29 de abril de 2015 – 11:19
Atualizado em 29 de abril de 2015, às 13h41

pesquisa de emprego e desempenho no df 2015 AgenciaBrasiliaA taxa de desemprego total em março deste ano em Brasília, de 13,2%, foi a menor, em relação ao mesmo período, desde 1992. O total de ocupados no mês foi estimado em 1,302 milhão de pessoas, e o comércio foi o setor que apresentou maior variação positiva, de 0,8% — dois mil postos de trabalho a mais. A Pesquisa de Emprego e Desemprego no Distrito Federal (PED-DF) foi apresentada nesta quarta-feira (29) na Companhia de Planejamento (Codeplan).

Apesar de março de 2015 ter apresentado o menor índice de pessoas desempregadas em relação ao mesmo período nos últimos 23 anos, o nível de ocupação diminuiu 1,1% em relação a fevereiro — passou de 12,3% para 13,2% — com redução de 14 mil postos de trabalho. Os segmentos que apresentaram maior queda foram o de construção e o de serviços, com menos sete mil e nove mil postos, respectivamente. O grupo administração pública, defesa e seguridade social registrou eliminação de quatro mil empregos.

Brasília, Lago Sul e Lago Norte — regiões administrativas com renda mais elevada — registraram a menor variação em relação ao número de desocupados, passando de 6,3% em fevereiro para 6,7% em março. As com renda intermediária (Candangolândia, Cruzeiro, Gama, Guará, Núcleo Bandeirante, Planaltina, Riacho Fundo, Sobradinho e Taguatinga) e mais baixa (Brazlândia, Ceilândia, Paranoá, Recanto das Emas, Samambaia, Santa Maria e São Sebastião) apresentaram variação de 1% cada uma.

O diretor de Estudos e Pesquisas Socioeconômicas da Codeplan, Bruno de Oliveira Cruz, disse que o mercado de trabalho começa a apresentar uma piora devido às condições econômicas gerais do País. “Não sofremos ainda um grande impacto porque, há cinco anos, o mercado de trabalho estava aquecido, o que refletiu em números mais positivos para este mês de março.”

Regiões metropolitanas
Durante a apresentação da pesquisa, também foram apresentadas as taxas de desemprego total em Salvador, Fortaleza, Recife, São Paulo, Porto Alegre e Brasília, entre novembro de 2014 e março de 2015. De acordo com o gráfico, Salvador apresentou o maior número de desocupados, e Porto Alegre o menor em todo o período analisado. “Brasília demonstrou que a realidade acompanha a tendência das outras regiões metropolitanas, o que acaba sendo um certo alento”, ressaltou o presidente da Codeplan, Lucio Remuzat Rennó Júnior.

Ações
Desde o começo do ano, a Secretaria de Trabalho e do Empreendedorismo já está colocando em prática medidas para minimizar o desemprego na capital. O órgão está em contato com a área empresarial para buscar mais postos de trabalho e vai iniciar, a partir de maio, cursos de capacitação profissional. “Muitas vezes existe a vaga, mas não existe a qualificação do trabalhador. O segmento que possui pessoas menos qualificadas é na área do comércio e da indústria da construção civil”, informou o secretário da pasta, Georges Michel.

Em 16 de maio está previsto o lançamento de um microcrédito que vai possibilitar que pessoas sem colocação no mercado de trabalho abram seu próprio negócio. “Esse microempreendedor vai contratar funcionários para sua empresa, o que irá gerar ainda mais empregos. Essa ação beneficiará também os micro e pequenos trabalhadores rurais”, disse o secretário.

Veja aqui a íntegra da pesquisa e apresentação dos dados.

Foto: Toninho Leite


CODEPLAN - Governo do Distrito Federal

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br