Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/03/13 às 19h55 - Atualizado em 29/10/18 às 12h07

Brazlândia tem ganho na renda domiciliar aponta pesquisa

A Codeplan divulgou, na manhã de hoje (25.3), a Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios – PDAD de Brazlândia referente a 2013. Com 14.920 domicílios, cobertura de 93,78% de rede de abastecimento de água e 99,78% de rede de energia elétrica, Brazlândia passa ser a terceira Região Administrativa a ter os dados socioeconômicos atualizados das 31 regiões a serem concluídas. 

“Os dados mostram que houve avanço na renda domiciliar per capita de 36,6 passando para 50%, com aumento de aquisição de bens de consumo, provavelmente em função de maior acesso a crédito”, afirmou Júlio Miragaya, presidente da Codeplan. Entretanto, segundo Miragaya, há um ponto negativo, que é o nível de escolaridade onde há predominância do ensino fundamental incompleto, perfazendo 37,52% da população. Os que estudam na própria Região Administrativa somam 83,51%.

Brazlândia tem uma população urbana estimada de 50.728 habitantes, com uma Taxa Média Geométrica de Crescimento Anual de 1,32%, para 2013. “Dos moradores da cidade, 69,11% têm residência própria. Em 2004, 62,3 tinham domicílio próprio. Em 2011, o número subiu para 79,08 e, 2013, teve uma ligeira queda, 69,11%, sendo que 20,00% da população mora ainda de aluguel”, disse Iraci Peixoto, economista da Codeplan.

Para a Peixoto, Brazlândia é muito expressiva na economia haja vista oferecer 52,45% dos postos de trabalho. São 83,28% atuando em serviços, sendo 31,18% nos serviços gerais, 21,73% no comércio e 13,86% na administração pública e apenas 8,03% na construção civil.  As RA’s que mais absorvem mão de obra de Brazândia é Brasília, com 23,47% e Taguatinga, 4,88%.   “É uma região que tem vocação pecuária. A pesquisa traz informações estratégicas, o que remete a uma preocupação por parte do governo na formulação de políticas que possam melhorar os resultados, alinhavou Jusçânio Umbelino, gerente de Base de Dados.

Quando o assunto é gênero, a cidade também não fica atrás no número de mulheres, que tem maioria (51,70%), maior do que o número de homens, com 48,30%, diferença de 3,40% pontos percentuais. Já os idosos somam 11,96%, e os que estão na faixa de 0 a 14 anos, 23,27%.

Da população da RA, 56,41% nasceram no DF, e os migrantes, 43,19%, vieram do Nordeste, sendo que os estados mais representativos são Goiás, 26,97%, seguido de Minas Gerais com 21,89% e Bahia, 11,09%. Dos residentes que utilizam o hospital da cidade, 94,21% responderam que fazem uso dos serviços hospitalares da própria cidade.

Presente na divulgação da pesquisa, Leilani Lopes, chefe da assessoria de comunicação da Administração de Brazlândia, representando o administrador Bolívar Rocha, agradeceu a Codeplan e disse que com a aprovação do PDOT – Plano Diretor de Ordenamento Territorial – é possível incrementar a indústria, pois o governo está empenhado na geração de renda na cidade. “Existe uma parceria com o SENAC para ministrar cursos na área de turismo,  e Brazlândia tem a maior produção de morangos do DF, ocupando a quinta posição no ranking nacional”, acrescentou Lopes.

Hábitos de compra na RA

Do universo populacional da região, 92,00% compram a alimentação na própria cidade; Serviços Pessoais: 94,00%; Serviço em Geral: 90,67%, Eletrodomésticos: 84,67%; Roupas e Calçados: 82,22% e Cultura e Lazer: 77,78%. Em segundo lugar, vem Taguatinga como a cidade que recebe maior número de consumidores desses itens, variando de 11,56% em cultura e lazer e em roupas e calçados 12,67%. Segundo a pesquisa, a população tem pouco hábito de ir a museu, teatro e biblioteca, variando entre 2% a 7%. 30,00% têm hábito de ir ao cinema. Com relação a esporte, 17,52% dos moradores praticam algum tipo de esporte e 9,35% fazem caminhada. No item violência, 13,59% declararam ter sofrido algum tipo de violência. Desses, 52,71% foram roubados, 25,48% tiveram a residência roubada e 16,38% furtados. Quando perguntados sobre o local da violência, 45,42% responderam que foi na residência e 34,57% na própria RA.

Confira a pesquisa, na íntegra, no link abaixo:

BRAZLÂNDIA

Texto: Eliane Menezes

CODEPLAN - Governo do Distrito Federal

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br