Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/08/07 às 19h46 - Atualizado em 29/10/18 às 12h01

Codeplan e IBGE farão parceria para fornecer dados estatísticos

(10/08/2007 – 16:46)

000001081

Nova cara, nova logomarca, novos projetos. A Companhia de Planejamento do DF (Codeplan) começa a trilhar uma nova fase a partir da assinatura, na tarde de hoje (09), de um convênio com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com os termos do documento, os dois órgãos passam a compartilhar informações e metodologia sobre coleta e compilação de dados estatísticos, padronizados em todo o país. Com isso, a Codeplan retoma uma antiga função: fornecer dados que norteiem políticas públicas implantadas pelo Governo do Distrito Federal.  

O convênio foi assinado pelo governador José Roberto Arruda, pelo presidente da Codeplan, Rogério Rosso, e pelo presidente nacional do IBGE, Eduardo Pereira Nunes, em cerimônia no Palácio do Buriti. O primeiro trabalho em conjunto começará imediatamente a ser feito. Até o final deste mês, o IBGE pretende concluir um levantamento sobre as informações econômicas nos municípios brasileiros com menos de 170 mil habitantes – o que incluirá, portanto, as cidades do entorno do DF. São dados fundamentais para os planos voltados à população daquela região. “Nada como poder ter a orientação e trabalhar em conjunto com o IBGE, uma das instituições mais respeitadas do Brasil”, ressaltou Arruda. A Codeplan não pagará nada pela orientação do IBGE. Eduardo Nunes explica que as equipes do IBGE farão a coleta de dados nas ruas. As informações serão processadas pela Codeplan, mas sempre sob orientação do instituto federal. Com isso, a avaliação destas informações será padronizada com a de outros estados. “O IBGE, da mesma maneira, só firma este convênio por acreditar na capacidade técnica da Codeplan”, diz o presidente do instituto.  

Volta às origens
Para Rogério Rosso, o convênio significa uma “volta às origens” da Codeplan. Antes vinculada à Secretaria de Planejamento, a companhia foi criada com o objetivo de agregar dados que pudessem ser consultados pelos órgãos do governo. Nos últimos anos, porém, tratava apenas de assuntos ligados à informática. Sob o novo modelo, a Codeplan passa a ser responsável pelo levantamento do Produto Interno Bruto (PIB) local. Também vira um braço executivo da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Seduma), trabalhando com planejamento urbano, além de avaliar as Parcerias Público-Privadas (PPPs).  

A Codeplan vem trabalhando ainda na montagem de um Sistema de Informações Governamentais (Sesgov), um grande banco de dados sobre tudo o que se passa no governo. A idéia é torná-lo disponível não apenas para órgãos da administração, mas também para a população em geral, na internet. “Os dados serão importantes para tomada de decisão. O governador poderá saber rapidamente, por exemplo, como está o desempenho de uma escola, seu índice de evasão e outras informações”, explica Rosso.  

A Codeplan também gerencia o call-center do governo pelo 156. Atualmente, a companhia funciona com 530 funcionários em um prédio próprio próximo ao Palácio do Buriti. IBGE em Brasília.  

Sediado no Rio de Janeiro, antiga capital brasileira, desde a sua criação em 1938, o IBGE poderá se mudar para Brasília. Durante a solenidade de assinatura do convênio, o governador Arruda defendeu que a capital inaugurada por Juscelino Kubitschek há 47 anos abrigue todos os órgãos federais. E anunciou que a Terracap dará o suporte para que a transferência do IBGE seja efetivada. Três terrenos foram selecionados para avaliação do presidente Eduardo Nunes. Eles estão localizados no Setor de Autarquias Sul, na quadras 606/7 Sul e no Setor de Clubes Sul (próximo ao Centro Cultural do Banco do Brasil). O escolhido será doado para a construção da nova sede.  

Eduardo Pereira Nunes admitiu existir muitas dificuldades para concluir a mudança definitiva para a atual capital brasileira. Mas colocará a proposta de Arruda em discussão na diretoria da instituição. Segundo Nunes, o IBGE tem hoje 7,5 mil servidores, distribuídos por todo o território nacional. Desde, 3 mil trabalham no Rio de Janeiro. “Uma oferta desta natureza é sempre muito bem vista pela nossa instituição, agradeço publicamente ao governador pela iniciativa. Estaremos trabalhando para fazer todas as avaliações tanto técnica, quanto financeiras e administrativas para viabilizar um projeto desta grandeza”, disse Nunes.  

Mariana Santos – Agência de Comunicação

CODEPLAN - Governo do Distrito Federal

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br