Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/10/06 às 14h39 - Atualizado em 29/10/18 às 11h54

HABITAÇÃO – Convênio do GDF com a Poupex oferece linha de crédito para compra da casa própria

(25/10/2006 – 11:39)

Brasília, 24/10/2006 (Secretaria de Comunicação Social — Agência Brasília de Notícias) – Transformar o sonho da casa própria em realidade está mais fácil para os 160 mil servidores entre ativos, inativos e pensionistas do GDF. A governadora Maria de Lourdes Abadia e a secretária de Gestão Administrativa, Cecília Landim, assinaram, nesta terça-feira (24), convênio com o presidente da Associação de Poupança e Empréstimo (Poupex), general Clóvis Jacy Brumann.

“Este convênio representa um marco na história habitacional dos servidores do Distrito Federal. Fizemos muitas tentativas, mas nunca obtivemos sucesso. As condições propostas pela Poupex são muito melhores. A Caixa Econômica, por exemplo, só financia para quem não possui outro imóvel. Já a Poupex parte do princípio de que o bom comprador é um excelente novo comprador”, disse a secretária Cecília Landim. A governadora acredita que os maiores beneficiados serão os professores e os funcionários do chamado carreirão, ligados à administração direta do governo, em um total de 30 mil servidores. “Esta era uma faixa prejudicada, pois não se encaixava em outros programas oferecidos pela rede bancária ou governo”, justifica.

A nova parceria tem como objetivo conceder linhas de crédito imobiliário aos servidores civis e militares. Só de pensionistas são cerca de 12 mil. Além da concessão de crédito para aquisição de imóvel residencial, o convênio garante, também, mais duas modalidades: financiamento para construção individual da casa própria e para compra de material de construção.

No caso de imóveis residenciais com valor igual ou inferior a R$ 150 mil, a taxa de juros nominais é de 0,75% ao mês e o valor do financiamento é de no máximo 80% do menor valor entre compra e venda, ou avaliação. Já para os imóveis de valor compreendido entre R$ 150 mil e R$ 350 mil, a taxa de juros nominais é de 0,9% ao mês. Pode ser financiado no máximo 75% do valor, limitado a R$ 245 mil. Os imóveis com valor superior a R$ 350 mil terão no máximo 70% do valor financiados, com taxa de juros nominais de 1% ao mês. O prazo máximo de financiamento é de 144 meses.

Já na compra de material de construção, exclusivamente aplicado em imóvel urbano de propriedade do proponente, os juros nominais variam entre 1,2% a 1,5% ao mês, em função do prazo – que pode ser escolhido entre 12,24,36 e 48 meses. O valor do financiamento é de R$ 40 mil e só estará disponível a partir do próximo ano.

Os servidores serão comunicados por correspondência sobre as condições do financiamento. A secretária Cecília Landim adianta que as unidades do Na Hora, localizadas na rodoviária, SIA Taguatinga e Ceilândia também estarão aptas a iniciar o pedido de financiamento. 

O crédito será concedido dentro das regras do Sistema Financeiro de Habitação estabelecidas pelo Banco Central e mediante consignação em folha de pagamento. As condições do convênio foram estabelecidas pelos decretos 27.272, de 21 de setembro de 2006 e 27.332, de 19 de outubro de 2006.

Durante a cerimônia, a governadora frisou que até dezembro ainda há um pacote de programas a ser cumprido. O maior deles é a inauguração de cinco centros cirúrgicos no Hospital Regional de Taguatinga. (1024PF1)

Paula Ferraz

Mais informações na Secretaria de Gestão Administrativa: 3441-4126

(A matéria poderá ser reproduzida desde que citada a fonte)

CODEPLAN - Governo do Distrito Federal

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br