Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/09/18 às 16h13 - Atualizado em 29/10/18 às 11h54

Habitação e transportes elevam a inflação em julho

Os dados da pesquisa que mede a variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA e Índice Nacional de Preços ao Consumidor – INPC Índice de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA e Índice Nacional de Preços ao Consumidor – INPC em Brasília foram divulgados na tarde desta quarta-feira (08), pela Codeplan e mostraram, ainda, um comparativo com o Brasil e outras 10 regiões do país, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, São Luís e Aracaju.

 

Enquanto no Rio de Janeiro o acumulado no ano chegou a 3,69% e a variação de preços do IPCA, em julho ficou em 0,59%, Brasília apresentou um índice de 2,41% na soma dos últimos 12 meses, e 0,58% de inflação em julho. Aracaju, capital do Sergipe, registro a menor variação no acumulado do ano, com 1,63%, registrando, ainda, uma queda da inflação de – 0,06% em julho.

 

Já no INPC, novamente o Rio de Janeiro apresentou a maior alta de preços ao consumidor com uma elevação de 4,26% no acumulado dos últimos 12 meses e 0,75%, no mês de julho. Brasília registrou alta de 2,26% acumulada no ano e 0,2% de variação de preços em julho. Goiânia, entre os pesquisados, foi a cidade que apresentou o menor índice de aumento, de 1,27%, no ano, e queda de -0,03%, no mês de julho.

 

A pesquisa que aponta o índice da Ceasa do Distrito Federal/julho 2018 trouxe boas notícias para os consumidores. O período de inverno favorece a produção de vários produtos no DF, com isso causando a uma queda considerável nos preços dos ovos e grãos (-1,36%), das verduras (-2,03%), das frutas (-6,11%) e principalmente dos legumes (16,99%).

 

Fernando Santos apresenta os números do índice da Ceasa do Distrito Federal/julho 2018 De acordo com o Chefe da Seção de Controle de Portaria e Estatística da Ceasa de Brasília, Fernando Santos, esses preços atrativos dos produtos de hortifrutigranjeiros tentem a se manter até o mês de setembro, quando inicia o período chuvoso e os preços começam a subir. “Batata, cebola, tomate, bananas que são produtos carro-chefe estarão em um patamar de preços mais agradáveis para o consumidor e só no último trimestre é que os preços vão começar a ficar um pouco mais salgados”, concluiu.

CODEPLAN - Governo de Brasília

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br