Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/02/16 às 21h19 - Atualizado em 29/10/18 às 11h52

Mobilidade Urbana: Tendências e Perspectivas

O primeiro Quintas Codeplan deste ano teve como tema “Mobilidade Urbana: Tendências e Perspectivas”, e trouxe como palestrante o pesquisador do IPEA, Carlos Henrique Carvalho. O evento aconteceu ontem, 25, no auditório da Companhia e despertou o interesse de representantes de várias instituições, dentre elas a Secretaria de Mobilidade do Distrito Federal, Uniceub, Dieese, Adiministrações Regionais, Roda da Paz. 

O pesquisador destacou o aumento da população urbana no Brasil ao longo do tempo e, em função disso, o meio modal que conseguiu acompanhar o ritmo de crescimento foi o rodoviário, explicou ele.

Com o crescimento populacional nas metrópoles e da posse de veículos individuais, inclusive nas classes mais baixas, houve grande impacto na gestão de trânsito e transporte. “As cidades núcleo estão crescendo menos, e as cidades periféricas mais. Isso também afeta a mobilidade, o custo do transporte aumenta”, explicou o palestrante.

Carvalho afirmou que Brasília é uma metrópole diferente das demais, pois o normal é que as cidades cresçam do seu centro, das áreas mais dinâmicas, para as extremidades. A capital é a única metrópole que apresenta característica contrária e com isso o transporte é afetado, pois abaixa a produtividade e a tarifa aumenta.

“Há uma relação muito grande entre a escala de densidade das cidades e a sua eficiência do ponto de vista de energia, e também de emissão de poluentes. É um desafio muito grande tornar cidades mais viáveis do ponto de vista ambiental, econômico, de gasto energético… tem que aumentar a densidade da forma correta: de dentro para fora”, explicou o pesquisador.

A questão da sustentabilidade também foi citada na palestra. Com o aumento do transporte individual, a poluição também cresceu. Contudo, houve um interesse em melhorar os índices de emissões de gases poluentes, e os veículos individuais ficaram mais eficientes nesse ponto de vista: os automóveis de hoje poluem cerca de 10 x menos do que os da década de 90.

Sobre as tarifas, Carvalho mostrou que elas cresceram ao longo dos anos, com exceção do período das manifestações, em 2012. Ele também mencionou os acidentes de trânsito: aproximadamente 43.000 mortes por ano, sendo que no DF a maioria é causada por acidentes de moto.

O presidente da Companhia, Lucio Rennó, ao agradecer a presença de todos destacou que o Quintas Codeplan foi criado com o propósito de criar um espaço para se discutir temas relevantes do DF e da mobilidade urbana. “Talvez este tema seja um dos grandes desafios que nós enfrentamos aqui na região”, disse ele.

interna

Texto: Ana Carolina Alves e edição de Nilva Rios
Fotos: Toninho Leite

CODEPLAN - Governo do Distrito Federal

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br