Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/06/17 às 20h09 - Atualizado em 29/10/18 às 11h49

Perfil comercial do Distrito Federal

Segundo estudo apresentado nesta semana pela Codeplan, pelo projeto Laboratório de Análise da Gestão Pública – LAG, em 2014, o maior volume de comércio foi realizado internamente: 45,9% das compras e 65,6% das vendas ocorreram dentro do próprio Distrito Federal. Provenientes de São Paulo chegaram 22,6% do total das compras realizadas no DF, seguido por Goiás, com 8,6% e Minas Gerais, com 6,3%. Já a maior parte das vendas foi destinada a Goiás (9,8%), seguido pelos estados de São Paulo e Minas Gerais, com 9,2% e 2,9%, respectivamente.

NFe 2O estudo é resultado de parceria entre a Codeplan e a Secretaria de Fazenda para estudar o perfil comercial do Distrito Federal, tendo como base os registros das Notas Fiscais eletrônicas (NFe). A parceria gerou, ainda, dois outros trabalhos, apresentados na mesma oportunidade: uma Nota Técnica, intitulada “Método das Peneiras Sucessivas na Extração de Dados da Nota Fiscal Eletrônica no Distrito Federal”; e os Textos para Discussão “Levantamento do Perfil Comercial do Distrito Federal baseado nas Notas Fiscais Eletrônicas” e “Efeitos Encadeados dos Investimentos no Distrito Federal”, todos disponíveis no site desta Codeplan.

Segundo Larissa Nocko, co-autora dos estudos, entre os avanços metodológicos, o resultado mais relevante é o procedimento de sistematização e tratamento dos registros das Notas Fiscais eletrônicas, de modo a permitir a sua utilização pelo público como base de dados, respeitando a manutenção do sigilo fiscal. “Sua relevância se deve a esses registros reunirem informações da grande maioria dos fluxos comerciais realizados entre empresas e nunca ter sido explorado para fins de pesquisa ou elaboração de política econômica”, afirma.

Quanto à análise dos resultados, Larissa Nocko destaca a identificação do tamanho da dependência de São Paulo e de Goiás, o grau de dependência da Indústria dos demais estados e a mensuração dos volumes comercializados com cada unidade da Federação, dentro de cada atividade e por cada grupo de produto.

Internamente, ela destaca que o Comércio é a atividade predominante, sendo a origem de 55% do total das compras realizadas do próprio Distrito Federal. Os produtos mais adquiridos são os combustíveis, representando 17% do total adquirido pelo Comércio. Já o destino das vendas internas é, primeiramente, o Comércio, responsável por 47% das vendas internas do DF, em segundo lugar a Administração Pública, com 14% e, em terceiro, o setor de Atividades Financeiras, Seguros e Serviços Relacionados, com 10%.

Para o presidente da Codeplan, Lucio Rennó, o Distrito Federal comprar e vender para o próprio mercado é positivo e representa vitalidade da economia local. Ele espera, com a parceria com a Secretaria de Fazenda, poder aprofundar os levantamentos com base nas Notas Fiscais eletrônicas e que os estudos possam ajudar o Governo, especialmente as secretarias, na definição de ações voltadas aos diferentes setores.

Veja os estudos completos na página do Laboratório de Avaliação da Gestão Pública – LAG ou diretamente pelos links abaixo:

. Método das Peneiras Sucessivas na Extração de Dados da Nota Fiscal Eletrônica no Distrito Federal;

. Levantamento do Perfil Comercial do Distrito Federal baseado nas Notas Fiscais Eletrônicas

. Efeitos Encadeados dos Investimentos no Distrito Federal

Texto: Nilva Rios, Codeplan
Fotos: Toninho Leite, Codeplan

CODEPLAN - Governo do Distrito Federal

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br