Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/03/18 às 15h18 - Atualizado em 29/10/18 às 12h14

PIB e inflação

Júlio Miragaya Presidente da Codeplan e Conselheiro do Conselho Federal de Economia

 

Os últimos dias têm sido pródigos em boas notícias para o Brasil. A primeira é de que o ritmo da atividade econômica está se acelerando nesse final de ano, de forma que nosso Produto Interno Bruto (PIB) provavelmente crescerá acima dos estimados 2,5%. Num contexto de persistência da crise econômica mundial, não é pouca coisa, são nada menos que R$ 115 bilhões de riquezas geradas a mais que em 2012.

Há alguns dias o FMI revisou as estimativas de crescimento econômico das principais economias do planeta em 2013, com os seguintes prognósticos: EUA, redução de 1,7% para 1,6%; União Europeia, manteve- se em -0,5%; Japão, redução de 2,1% para 2,0%; Índia, redução de 5,6% para 3,8%; Rússia, redução de 2,5% para 1,5% e México, despencou de 2,9% para 1,2%. Considerando- se que a China é um caso à parte, devendo crescer incríveis 7,6% nesse cenário de crise, o Brasil aparece como uma das poucas exceções, tendo sido mantida sua previsão de crescimento de 2,5%, o dobro do México, o “queridinho” do mercado.

Outra boa notícia foi o declínio da taxa de inflação no País, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que fechou setembro em 0,35%. O acumulado nos últimos 12 meses caiu para 5,86% e o acumulado em 2013 está em 3,78%, média mensal de 0,41%. Caso esse patamar seja mantido no último trimestre, a inflação fechará 2013 em 5,0%, 1,5 ponto percentual abaixo do teto da meta, que é 6,5%, que era a aposta dos “especialistas” do mercado financeiro.

Infelizmente, observa-se uma “galera” torcendo e jogando contra o desenvolvimento do Brasil, envolvendo gente do mercado financeiro, empresários gananciosos, políticos e setores da mídia com eles comprometidos, que mal disfarçam a insatisfação com o atual rumo do País, focado na crescente ascensão social de milhões de brasileiros, mediante a redução de uma secular concentração da nossa renda.

 

Brasília, Quinta-feira, 17 de outubro de 2013 – Jornal de Brasília

CODEPLAN - Governo do Distrito Federal

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br