Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/07/05 às 18h38 - Atualizado em 29/10/18 às 11h47

Secretaria de Saúde implanta programa de modernização tecnológica

(01/07/2005 – 15:38)
 
Os diretores das regionais de saúde participaram nessa quinta-feira (30), no auditório do Hospital Regional da Asa Norte (Hran), da apresentação da nova fase do Programa de Modernização Tecnológica das Unidades Assistenciais de Saúde (PMTUAS). O subsecretário de Planejamento de Políticas de Saúde (Suplan), José Rubens Iglesias ressaltou a importância desse programa que a Secretaria de Saúde adquiriu e que representa o que há de mais moderno no país. A SES é a primeira no Brasil a implantar este programa, que poucos países possuem.
 
A Secretaria de Saúde será toda informatizada. A implantação total do PMTUAS está prevista para o fim de 2006. Serão instalados cerca de seis mil computadores na rede, sendo que cada centro de saúde tem uma previsão de 20 unidades e cerca de 20.000 profissionais vão ser treinados. O PMTUAS foi estimado em cerca de R$ 18,5 milhões. Entre os benefícios do PMTUAS destaca-se a agilização do atendimento aos usuários da rede SES/DF, o prontuário eletrônico, a automatização das farmácias, com controle do estoque, usando código de barras, o controle de internação e alta, o agendamento de consultas, etc.
 
Segundo o secretário de Saúde José Geraldo Maciel os profissionais da área de saúde da SES são de excelente qualidade e com esse programa vão proporcionar melhor atendimento à comunidade. A SES vai desenvolver esse programa em parceria com a Companhia de Desenvolvimento do Planalto (Codeplan) e com o Ministério da Saúde.
 
O PMTUAS foi criado em 28 de novembro de 2003, por meio da Portaria Nº 137 e tem a finalidade de inserir o Sistema Integrado de Saúde na rede pública e implantar e implementar a infra-estrutura de rede lógica, elétrica e telefônica. Outra meta é prover a Secretaria de Saúde de equipamentos de informática necessários ao desenvolvimento do programa. De acordo com o subsecretário Iglesias, o objetivo é informatizar a rede pública de Saúde.
 
A implantação da informatização consta de várias fases. Na primeira etapa do PMTUAS, começará a ser informatizada as áreas de recursos materiais – como medicamentos -,  insumos, almoxarifado e patrimônio. Esta fase do Programa deverá estar concluída entre 60 a 90 dias.         
Em seguida serão informatizados os cadastros de pacientes e de recursos humanos, internação e alta, emergência e faturamento. Na segunda fase, o programa informatizará os prontuários e a marcação de consultas.
  
Segundo o subsecretário, quando todas as 160 unidades da Secretaria de Saúde estiverem informatizadas, as regionais poderão trocar informações entre si e em tempo real. O médico poderá acessar o prontuário do paciente pelo computador do consultório e saber onde o mesmo foi atendido na rede, qual o medicamento que lhe foi entregue, entre outras informações.
Estiveram presentes na apresentação do programa o secretário de Saúde José Geraldo Maciel, o coordenador de Projetos da Codeplan Valério Aimoré Martins, o subsecretário de Planejamento José Rubens Iglesias, o subsecretário de Atenção à Saúde Evandro Oliveira Silva, o subsecretário de Vigilância em Saúde Elias Tavares de Araújo, o diretor do Departamento de Recursos Humanos da SES Milton Menezes, entre outros.
 
Assessoria de Imprensa SES-DF Foto: José Fernando SES-DF

CODEPLAN - Governo do Distrito Federal

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br