Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/12/13 às 17h58 - Atualizado em 29/10/18 às 11h46

Taguatinga: cidade consolidada

Décima oitava PDAD é divulgada pela Codeplan

Com renda domiciliar média de R$ 5.138,58, Taguatinga se apresenta como cidade dinâmica e independente em relação à oferta de serviços públicos, atividades comerciais, mercado de trabalho, cultura e diversão. Foi o que revelou a Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios referente a 2013, divulgada na manhã de hoje, 4, pela Codeplan.

A pesquisa mostra que 54,45% dos moradores são chefiados por trabalhadores remunerados na faixa próxima aos 55 anos e que houve acréscimo real de 10,93% na composição salarial per capita dos moradores da cidade em relação a 2011, com ganhos na posse de bens e serviços. Segundo, ainda a PDAD, 41,54% dos responsáveis pelos domicílios são empregados com carteira de trabalho assinada, 33,41%, trabalhadores autônomos e 19,52% são funcionários público/militar.

Segundo a pesquisa, a cidade de Taguatinga teve crescimento populacional superior a 4% ao ano, acima da média das demais cidades. “Houve aumento de 15, 7% no número de moradores que estão na região há mais de cinco anos, o que mostra que Taguatinga tem grande atratividade migratória devido à sua dinâmica econômica e ao padrão de renda. A cidade está consolidada. É o segundo polo na área do Comércio e Serviços do Distrito Federal”, destacou o presidente da Codeplan, Júlio Miragaya.

A coordenadora da pesquisa, Iraci Peixoto, disse que, além do aumento populacional, a cidade cresceu verticalmente. “Comparativamente a 2011, a população urbana estimada cresceu. Enquanto em 2011 era de 197.783, em 2013 subiu para 214.282 habitantes, com taxa de 4,09%, confirmando também predominância do sexo feminino com 52,42%, a exemplo de outras RAs já divulgadas.

Para o gerente de Base de Dados, Jusçanio Souza, Taguatinga é um centro dinâmico e é a segunda região depois do Plano Piloto na geração de postos de trabalho. “A região tem demonstrado também melhoria na posse de bens em relação a 2011 e apresenta a maior renda per capita, com menor percentual de trabalhadores sem carteira assinada das RAs já divulgadas em 2013. Sinaliza que Taguatinga vai assumir a quarta posição em moradores trabalhando na própria cidade”, acrescentou. À exceção de Cultura e Lazer (79%), todas outras categorias são, na quase totalidade – acima de 97% -, realizadas na própria região.

Quanto ao setor de atividade remunerada, 28,38% estão ocupados no Comércio, 22,21% na Administração Pública (Federal e GDF) e 20,78% nos Serviços Gerais. Entre os trabalhadores residentes na Região Administrativa de Taguatinga, 43,95% trabalham na própria RA, 30,70%, em Brasília – Plano Piloto e 6,37% em vários locais. As demais Regiões são pouco expressivas.

O percentual da população com nível superior, incluindo especialização, mestrado e doutorado, aumentou, somando18,24%, situação levemente superior ao ano de 2011. Caiu, também, o número de analfabetos, com apenas1,47%. Os que completaram o ensino médio somam 24,37% e incompleto, 25,36%.

“O aumento de mais de 10% na composição salarial per capita, em dois anos, é bastante relevante. Os indicadores sociais apontam que mais de 97% utilizam os serviços na área da saúde da própria cidade, entretanto, é preciso que o Estado melhore mais ainda nessa área, enfatizou o Diretor de Políticas Sociais, Osvaldo Russo de Azevedo.

O Administrador de Taguatinga, Antônio César, parabenizou a Codeplan pelo trabalho desenvolvido. Ele disse que já foram realizadas audiências públicas, e entre as ações estão aberturas nas quadras e abertura do túnel que vão mudar a dinâmica da cidade, contribuindo para melhorar o fluxo no trânsito.

Fazendo um contraponto na melhoria da renda, Miragaya lembrou que, “se de um lado o aumento na renda contribui para melhorar a posse de bens, inclusive na aquisição de carros, com mais de um veículo na garagem como revela a pesquisa, de outro, tem-se a mobilidade urbana afetada com número elevado de veículos de passeio transitando todos os dias”.

Confira aqui o estudo completo

Texto: Eliane Menezes

CODEPLAN - Governo do Distrito Federal

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br