Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/05/16 às 22h01 - Atualizado em 29/10/18 às 11h45

Uso de dados de documentos fiscais eletrônicos para solução do TUC

Quem esteve hoje, 17, na Codeplan, para falar sobre Uso de dados de documentos fiscais eletrônicos para o planejamento do transporte urbano de cargas, foi o mestre e doutor em Transportes Urbanos, Evandro Manzano dos Santos, formado pela Universidade de Brasília (UnB).

Para contribuir com a solução para o congestionamento do tráfego, em especial com o transporte urbano de cargas, nas principais cidades brasileiras, Santos abriu a apresentação com o seguinte questionamento: como esses dados podem ser usados para reduzir o impacto e aumento da eficiência logística e urbana?

Santos afirmou que, em muitas cidades brasileiras, o Transporte Urbano de Cargas (TUC), conhecido popularmente como caminhão, está sendo barrado em algumas vias e ruas, a fim de amenizar o tráfego. Porém, segundo ele, “não é correto cortar a passagem dos caminhões, pois isso atrasa o fluxo de cargas. A economia precisa deles circulando, mas de um modo mais eficiente e com menos impacto ambiental”, disse o palestrante.

O estudo aponta como solução dos TUCs a Logística Urbana. Dentro dela, há quatro medidas principais que podem ser aplicadas para o sucesso do planejamento. A primeira seria a mercadoria ser buscada pelo consumidor em um ponto de coleta, ao invés de ser entregue pelo remetente em vários lugares diferentes. Assim, as rotas sofreriam uma grande melhora.

Segundo ele, no DF, as duas regiões que mais geram entregas são a Cidade do Automóvel e Taguatinga Sul e, ainda, 14,4% das entregas internas em Brasília são de bebidas, com duas empresas respondendo por uma fatia significativa do mercado.

Outra medida para aprimorar o tráfego urbano de TUCs seria a implementação de rotas noturnas, com a mercadoria sendo entregue em algum estacionamento grande, como em um shopping. Além disso, uma frota com dois ciclos de entrega corresponde a 30% menos frota em uma implementação plena.

O palestrante também disse que a instalação de estacionamentos reservados também ajudaria a amenizar a situação. De acordo com uma pesquisa feita pela Universidade de Westminster para as cidades de Londres e Norwick, na Inglaterra, 87% do tempo de rota é gasto buscando locais para estacionar, o que atrasa a entrega da mercadoria e ajuda a congestionar o trânsito.

A professora do programa de pós-graduação em transportes e de engenharia civil da Universidade de Brasília, Adelaida Pallavicini Fonseca, disse que a falta de vagas para os TUCs são um problema no DF. “As vagas sempre estão ocupadas. É preciso melhorar esse aspecto na Capital, já que ela é o exemplo do Brasil. E o objetivo do trabalho é justamente esse, encontrar soluções de forma conjunta para poder ajudar no desenvolvimento da cidade”, ponderou ela.

O presidente da Codeplan, Lucio Rennó, parabenizou a todos os envolvidos pelo estudo e disse que, certamente, usará o banco de dados apresentado para futuras pesquisas. Concordando com Rennó, o diretor de estudos e pesquisas socioeconômicas da Companhia, Bruno de Oliveira Cruz, acrescentou “o estudo é uma base muito rica para o DF”.

Texto: Eliane Menezes, com Ana Carolina Alves

Foto: veja.abril.com.br/ gmascaranhas

CODEPLAN - Governo do Distrito Federal

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br